quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Fatias Douradas

A ceia de Domingo
Antigamente o Domingo era consagrado ao Senhor, e por isso todo o trabalho era posto de lado, onde se fazia só o indispensável e mais nada.
De manhã toda a família se prepara para a obrigação do Domingo que era a missa. Depois dessa, era o almoço que de uma maneira geral já tinha sido preparado ou adiantado no dia anterior. Faziam-se as visitas à vizinhança, principalmente se havia alguém doente, e conversava-se disto ou daquilo, ouvia-se o diz-se que se diz, e à tardinha de regresso a casa sem preocupações pensava-se na ceia que quase sempre eram as fatias douradas e o chá.
Eram assim, porque Domingo é Domingo, era o dia do Senhor e o trabalho do Domingo levava-o a semana seguinte.
As fatias douradas não davam quase nenhum trabalho a fazer e era uma festa para todos. Passado algum tempo ali estavam elas dispostas num prato grandes e lindas, e douradas, com pouco açúcar é verdade, porque não havia muito e tinha-se que se dividir o pouco que existia entre as próprias e o chá, mas estavam lindas de morrer.
Sentávamo-nos à mesa à espera que fossem divididas pelos pratos de cada um, mas havia bastantes e estávamos muito felizes.

Texto introdutório da receita de Fatias Douradas, do Livro As Receitas de Isaura, de Isaura Rodrigues, proprietária do Restaurante A Árvore, Ilha do Faial - Açores.


FATIAS DOURADAS

  • 3 papo-secos (preferencialmente do dia anterior)
  • 500 ml de leite
  • 3 ovos
  • casca ou raspa de limão
  • óleo para fritar
  • açúcar e canela q.b.
Ferve-se o leite com a casca de limão, ou o limão raspado, e deixa-se arrefecer um pouco. Entretanto cortam-se os papo-secos às metades, tirando-se-lhes a base e a parte de cima para ficarem numa fatia. Numa tigela batem-se os ovos bem batidos.
Passam-se as metades do pão, de ambos os lados, primeiro no leite e de seguida nos ovos batidos e leva-se a fritar numa frigideira, com óleo bem quente, até ficarem douradas. Coloca-se num prato a escorrer em papel absorvente. Dispõem-se depois num prato ou numa travessa de servir e polvilha-se com uma mistura de açúcar e canela.

Rende 6 fatias douradas.

------ ------ ------

Receita adaptada do Livro As Receitas da Isaura.

Na Ilha Terceira as Fatias Douradas são também conhecidas por Sopas Fritas, enquanto que nalgumas zonas do país são conhecidas por Rabanadas, Fatias Paridas, etc.

Print Friendly and PDF

12 comentários:

Canela disse...

Manuela
Quem me dera ser tua vizinha!
Esta é a minha preferida da quadra.
Bj

Pão, Bolos e Cia. disse...

A minha receita é igual, apenas uso pão de cacete, mas quando sobra pão é mesmo assim - a ideia original seria aproveitar o pão duro de sábado, já que ao domingo não se fazia pão.

Há variantes, com vinho do porto no leite, ou 1 colher de açúcar no leite, ou com calda em vez de açúcar e canela, mas é esta a que faço também.

Estão lindas e apetecem comer. Gosto delas no dia seguinte, mais húmidas.

Mary disse...

Ainda me lembro desses Domingos tranquilos, em que a indumentária era especial, a ida à missa obrigatória, o almoço apetrechado, e a tarde para o convívio! Mas...os tempos mudam e mudam-se as vontades :)
As rabanadas, essas, são presença obrigatória cá no Centro. Mais um cheirinho a Natal!:)

ameixa seca disse...

Eu gosto delas quentinhas :) É a única maneira de as comer! Quando frias levo-as uns segundos ao microondas e já está.

mesa para 4 disse...

Este é um sabor que todos conhecemos bem e muito reconfortante...ficaram muito bonitas, e sei que estavam deliciosas ;-)

Isabel Pisoeiro disse...

Gosto imenso de fatias douradas, essas estão linda e devem ser deliciosas!! :P

Marizé disse...

Que texto lindo, esse livro deve ser fantástico.

Eu sou doidinha poe fatias douradas, quando era criança a minha fazia para aproveitar sobras de pão e chamava-lhe farófias.

Bj

Karla disse...

lindas :D

a minha tia também faz umas muito lindas e deliciosas...

beijinhos

edinha disse...

Ficaram lindas estas fatias douradas
Beijinho

anna disse...

Adoro fatias douradas, todo o ano, ainda mais que no Natal...
Beijinhos.

Leonor de Sousa Bastos disse...

Fatias douradas...nada melhor para esta época natalícia!!:)
Ficaram com tão bom aspecto!...já mal posso esperar por chegar a casa e começar a preparar todos os doces de Natal!:)

Nysa disse...

fatias douradas marcham sempre, mesmo sem ser natal ;-))