sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Molho de Ovo à moda do Faial


No final de uma tarde de Verão a avó foi ao galinheiro tratar das galinhas. Leva no regaço uns grãos de milho e num balde restos de comida. Abre o avental, depois de pousar o balde no chão, chama: pur, pur, pur. A esse chamamento as galinhas vêm em alvoroço e acabam por entornar o balde em cima dos pés da avó. Ela não se desconcerta e continua a chamar: pur, pur, pur...
Depois das galinhas estarem a comer a avó dirige-se aos ninhos para recolher os ovos. "Ai tanto ovo", exclama ela. Vai recolhendo um a um e vai depositando no regaço do avental contando: Uma dúzia, duas dúzias e mais três ovos. Fecha a portinha do galinheiro e deitando um último olhar às suas bichas, atravessa o quintal que dá à porta da cozinha. A filha acha que são também muitos ovos, e com o acordo da velhoda, resolvem fazer um molho de ovo para todos em casa cearem.

Texto introdutório da Receita de Molho de Ovo do Livro As Receitas da Isaura, de Isaura Rodrigues - Faial.

MOLHO DE OVO:
  • 6 ovos
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher (sopa) bem cheia de banha de porco
  • 6 grãos de pimenta da jamaica
  • 1 folha de louro
  • 1 colher (chá) de massa de malagueta
  • 10 batatas pequenas
  • 500 ml de água (aproximadamente)
  • 3 colheres (sopa) de polpa de tomate
  • sal q.b.
  • 1 raminho de salsa
Refoga-se a cebola na banha juntamente com o alho picadinho (poderá substituir a banha por azeite, se preferir, embora o sabor final não seja o mesmo). Quando está refogado juntam-se os grãos de pimenta da jamaica, a massa de malagueta, a polpa de tomate e o louro. Põe-se a água e deixa-se ferver. Quando ferver retira-se do lume e tiram-se os grãos de pimenta da jamaica e a folha de louro e tritura-se tudo com a varinha mágica. Volta ao lume e quando levantar fervura adicionam-se as batatinhas, que foram previamente descascadas e cortadas às rodelas grossas. Tempera-se com sal e deixa-se cozer. Entretanto fazem-se omeletes, com os ovos batidos com sal, e partem-se aos pedaços e adicionam-se ao molho. Deixa-se ferver mais um pouco até as batatas estarem bem cozidas e junta-se o raminho de salsa picada. Rectifica-se o sal e picante, se necessário. Servir quente.

------ ------- ------

Receita adaptada do Livro As Receitas de Isaura, de Isaura Rodrigues, proprietária do Restaurante a Árvore, na Ilha do Faial - Açores. Este livro reune um conjunto de receitas tradicionais faialenses, fazendo também referência a algumas receitas da vizinha ilha do Pico. Muito obrigada ao Periquito do Faial, que tão gentilmente me enviou este tesouro :-)

Print Friendly and PDF

11 comentários:

Karla disse...

Oh...adorei a historinha...a minha avó também tinha galinhas e lembro-me muito bem de ir com ela ao galinheiro :)

beijinhos

mesa para 4 disse...

Adorei a introdução, a receita e os créditos...tenho que experimentar parece-me delicioso...beijinho

ameixa seca disse...

Que gira histórinha :)
Deve ficar bom este molhinho.

Mary disse...

De facto, as receitas de outrora são uma referência intemporal, e muitas vezes negligenciamo-las!
Como este molhinho, por exemplo, uma descoberta curiosa, para além de saboroso é muito útil pois deve servir tanto para peixe como carne... :)

Elvira disse...

Gostei de tudo! Do texto, da receita... O livro parece lindo. :-)

Acho que me vou divertir muito a cozinhar essas delícias açorianas.

Beijinhos.

Xana disse...

Óptimo molhinho :)...
E bem gira a história... a experiência, dos mais velhos, é sábia..
bjinhus

Carmencita disse...

Manu gostei de tudo, da introdução, ficaria horas lendo, me fez lembtar da minha infancia,Molho de ovo delícioso adoro, e gostei demais da loiça, belo post.Bjss

Begoña disse...

Una receta fácil y sabrosa. Muy buena.
Un saludo, Begoña
(Al final aprendo Portugues, leo con el diccionario, pero vale la pena...)

Leonor de Sousa Bastos disse...

Este prato deve ser uma delícia...nunca comi nada assim, mas tem um aspecto tão bom e a receita parece tão deliciosa que fico tentada a experimentar!!!

Nunca tive o prazer de ir recolher ovinhos caseiros, mas deve ser o máximo...adorei a historinha!!:)

Mary disse...

Manuela, atribui-te um miminho carinhoso, passa lá no meu blog! Beijinhos:)

anna disse...

Adorei a história da avó e dos ovos...
Beijinhos.